domingo, 13 de fevereiro de 2011

CRIANÇAS ANESTESIADAS

CRIANÇAS ANESTESIADAS

Num domingo de 1991, às onze horas da noite, eu e meu filho mais velho, que tinha dez anos, estávamos na praça sete, em Belo Horizonte, esperando um ônibus.
Naquele quarteirão não havia mais ninguém.

Num certo momento, vimos aproximar, seis crianças de rua, que aparentavam ter de sete a dez anos, mais ou menos.
Elas andavam devagarinho na nossa direção, todas muito perto umas das outras. Nós nos afastamos um pouco, ao sentirmos medo.

Elas, com seus olhos arregalados e brilhantes, pareciam nem nos enxergar.
Pareciam verdadeiros zumbis.

Pararam num dos pilares de sustentação do ponto de ônibus. O maior, agachou-se para que seus ombros servissem de degrau, para os companheiros subirem na laje.
Depois, ele escalou o pilar, como se fosse um gato, indo juntar-se aos outros.

Lá em cima, andavam silenciosos, de um lado para o outro, vagarosamente, pisando e quebrando várias lâmpadas fluorescentes, que estavam amontoadas ali.
Pareciam hipnotizadas! Movimentavam-se tão lentamente, que parecia efeitos de câmera lenta...
O silêncio deles era macabro!

Um, chegou bem na beirada da laje e jogou uma lâmpada muito comprida, que se espatifou no chão. Aos poucos, os outros também, foram jogando todas que haviam lá.

O menorzinho pulou, caindo sentado sobre os vidros quebrados. Ficou parado, quieto, como se estivesse colado ali. Não gemeu, não gritou.

Na sequência, todos fizeram a mesma coisa. Pareciam escolher onde tivesse mais cacos, para então se jogar, como se ali, estivesse esperando por eles, um prazer maior, ou a salvação.

Igual ao primeiro, todos cairam sentados... Quietos... Silenciosos, como estátuas!
Mas nessas estátuas o sangue escorria, manchando aquele tapete branco, de vidros quebrados!

15/07/2004


Pertinho dali, muitas pessoas se afogavam no choop do Bang Bang Burguer, esparramadas sobre as cadeiras ao ar livre, enquanto assistiam um cantor da noite, interpretar divinamente uma música francesa, que foi sucesso nos anos sessenta.


(Quando o ônibus chegou, depois de nos acomodarmos nas últimas cadeiras, eu olhei para meu filho. Sem dizermos nada, choramos copiosamente)

2 COMENTÁRIOS:

Tulipa Negra disse...

Um post que conta uma triste história. Crianças e adultos parecem sempre precisar de algum profundo tormento, sofrimento. Confesso que não entendo. Beijo

Tulipa/Virgínia

Juliana Galante disse...

É O MEU FAVORITO...JÁ LI DEZENAS DE VEZES...

4 COMENTÁRIOS:

Amapola disse...

Testando espaço para comentário.

Sandra Botelho disse...

Serão as crianças anestesiadas ou aqueles que tudo assistiram e nada fizeram, se preocupando somente com o seu prazer?
Triste mas muito bem escrito. Bjos achocolatados minha querida, tenha dias lindos

Maria Bonfá disse...

historia triste Amapola.. que mundo nós estamos? tem horas que da medo olhar ao redor...pois só vejo ruinas.. linda noite para ti querida..beijão

Virgínia Allan disse...

Feliz Páscoa, carissima... só tenho a agradecer pelo carinho. Beijo

19 COMENTÁRIOS:

Nova Civilização disse...

Muito triste...

Que a renovação e a paz de Cristo nos caminhe a dias melhores... Feliz Páscoa a você e toda a sua família,

beijinhos

Gisele

Pérola disse...

Triste né amiga.
Vim te deixar o meu carinho.
Um beijo grannnnnnnnnnnnnnnnde

MUSICAL disse...

Essas crianças são solitárias.

m frank. disse...

Oi!

Tem selinho pra você! beijos

ETERNA APAIXONADA disse...

Vim lhe agradecer a visita, conhecer seu blog e lhe retribuir os votos para uma Feliz Páscoa, junto aos seus familiares!

Emocionante sua postagem! Dolorida lembrança...
Hoje já nem imaginamos estar mais naquele horário, em qualquer lugar de BH... Sem passarmos por riscos sérios...

Tenho boas lembranças quando ainda mocinha, podia "ver as vitrines" da Av. Afonso Pena... Com o tempo e as mudanças de hábito necessárias para a segurança, nos trancamos em casa, passamos e frequentar Shoppings e nos isolamos do resto da cidade...

Fiz um passeio no tempo agora, Amapola... Obrigada pela partilha!

Vim a esse blog seguindo o seu link principal. Voltarei para ler mais e irei segui-la. Aqui certamente encontrarei momentos sensíveis e interessantes!

Pretendo ir aos seus outros (como eu, você também tem um "leque" a ser aberto... risos)

Fica com Deus e tenha uma ótimo fim de semana!

Beijos

Helô Spitali

Lady disse...

Olá!!!
Vim retribuir sua visita ao meu jardim.
Seja bem-vinda e volte sempre!
Nossa, que história triste.
Desejo uma feliz Páscoa, muita paz e amor pra você e sua família.
Bjs

Nanda Nascimento disse...

É uma contradição muito grande...coisas assim nos deixam sem palavras.

Feliz Páscoa!

Beijos e flores!

Pérola disse...

Amada ñ se preocupe com isso ok.
Vim te deixar o meu imenso carinho e lhe agradecer a visita.
Deixo meus beijos borrados de chocolate rs e te desejar uma feliz Páscoa amada.
Beijokas.

Maria L. Bózoli disse...

Triste amiga...muito triste.
Em que mundo estamos vivendo?
Feliz Páscoa!

Beijos na alma e coração!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Com todo gosto, querida Amapola, desejo-lhe Feliz Páscoa, porque Páscoa não é só chocolate. Aliás, Páscoa é Amor! Como se percebe pelo seu Lindo poema!

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular amigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica....
Soneto do Amigo

Vinicius de Moraes*


Beijos e o simplesmente o melhor *******************
Renata

MARIA L. BÓZOLI disse...

A vida requer cuidado.
Os amores tambem.
Flores e espinhos são belezas
que se dão juntas.
Não queira uma só, elas não
sabem viver sozinhas...
Quem quizer levar a rosa para sua vida,
terá de saber que com elas
vão inumeros espinhos.
Não se preocupe,... a beleza da
rosa vale o incômodo dos espinhos...


__Pdr: Fábio de Mello__


Feliz Páscoa e beijos meus!!

Pérola disse...

Bom dia amada.
Cheguei rs.
Obrigado pelo comentário,ameiiiiiiiiiii.
Para vc também amada,uma feliz Páscoa com muita saúde, muito amor para ti e para a sua família ok.
Um beijo grannnnnnnnnnnnnnnde.

Paulo Tamburro disse...

OI AMAPOLA, FELIZ PÁSCOA!

CONVITE:

O BLOG COMO ERA FÁCIL FAZER SEXO CONVIDA VOCÊ PARA O

RENASCIMENTO DO AMOR ROMÂNTICO.


A CRÔNICA :" DA TROMPA DE EUSTÁQUIO À TROMPA DE FALÓPIO, OU SIMPLESMENTE BOLERO.

DEPOIS QUE VOCÊ PASSAR POR LÁ, DÊ UMA PASSADA NO, HUMOR EM TEXTO, POIS AS GORDAS GOSTOSAS MERECEM NOSSO CARINHO.

Mais tarde quando você sentir saudade do bolero, acesse:
http://www.youtube.com/watch?v=yEvesEeFsTc&feature=related


UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Passando para desejar uma FELIZ PÁSCOA para você e sua familia. Já que estou sem computador, aproveito a visita de meus filhos para tirar uma casquinha do notebook de minha filha.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana.
Beijo grande.
Saudações Educacionais !

Marcia disse...

Muito triste... Até nos deixa sem palavras.
Passei para desejar-te um feliz domingo de Páscoa e que tudo por aí seja só amor!
Jesus te ilumine nesta nova semana.
Beijos.

m frank. disse...

Tomara que ele te ajude! Quero ver no proximo post. :)
Você já é muito querida, sabia?! Tem msn?!

Sil.. disse...

Minha linda, e quantas crianças não existem jogadas por ai, anestesiadas de tantas coisas. Infelizmente é essa a vida, é esse o mundo triste que vivemos, e que parece que nunca vai ter solução. Só Deus.
Como foi a sua páscoa? Aqui foi legal, familia pequena, mas unida. Ahhh e comi muito bacalhau rsrsrs. Agora uma nova semana começa, e nós começamos com ela.
Um super abraço minha amiga querida, amadaaaaaaaaaaa!!!!

Jane disse...

Que coisa triste.
Se visse, ficaria chocada. Morei em BH em 1994, não cheguei a ver coisas assim.
Mas minha querida, vou te dizer, é dessa pra pior. As pessoas só querem saber delas mesmas. É o mundo do "eu". Uma doença chamada egoísmo.
Só querem saber de cerveja, carnaval e BBB.

Fica com Deus!
bjussssssss

lidia disse...

HOLA AMAPOLA, HERMOSO NOMBRE TE HAN DADO!
Y HERMOSA TU POESIA,QUE HABLA DE LOS TIEMPOS PASADOS,1950, EPOCAS QUE NO VOLVERAN A REPETIRSE NUNCA,EN LA VIDA NUESTRA...
REALMENTE NO COMPRENDO PORQUE NO TE PRESENTAS EN LA CONVOCATORIA, ES UNA PUERTA QUE SE ABRE,TAL VEZ UNICA...APROVECHALA YA QUE RODOLFO HA SIDO DESIGNADO ,POR ARGENTINA, EN LA ASOCIACION LATINOAMERICANA DE LETRAS...ES BUENA PERSONA....
INTENTALO ESDE DENTRO, DALE...AUN HAY TIEMPO HASTA MAYO!
UN SALUDO GRACIAS X PASAR POR MI BLOG
LIDIA-LA ESCRIBA

72 comentários:

  1. Oi, querida Amapola!
    Venho lhe desejar uma linda semana. Começar a semana lhe visitando transforma a minha vida numa bela poesia!

    "Os verdadeiros amigos são a poesia da vida. Eles enchem nossos dias de cores, rimas e risos e nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.


    Eles nos mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar e nos ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar nas noites solitárias e vazias.


    Um amigo é alguém que nunca nos deixa só, mesmo quando não pode estar presente, pois sabemos que um pedacinho do seu coração está conosco.


    Um amigo é alguém que pensa na gente mesmo sendo separado por mil mares, é alguém por quem a gente sabe que vale a pena viver.


    Um amigo nem sempre diz sim quando dizemos sim e não quando dizemos não, mas ele vai nos fazer entender com mais clareza aquilo que não conseguimos entender sozinhos.


    Um amigo é um bem precioso que devemos não deixar guardado numa caixinha de jóias para usá-lo quando precisamos, mas tê-lo sempre presente junto a nós, mostrando ao mundo que riqueza mesmo é ter um verdadeiro amigo."

    (Letícia Thompson, Amigos são poemas)
    ______________________________
    Sônia Silvino's Blogs
    Vários temas & um só coração!

    ResponderExcluir
  2. Puxa!!Forte, intensa, mas lindamente contada!beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi! Bom dia!

    Muito triste seu post. Mas esta escrito lá a realidade do dia a dia de muitas de nossas crianças.

    Que bom que gostou do meu "Conto Amor em Paris",
    mas ele vai ter um belo final para a bela Lucy!
    Estou no segundo capítulo e viram outros. Aguarde para ler um belo romance entre els. E tomara que ela termine com Pierre.

    Também estou a te seguir!:D

    Belo dia,
    Beijos
    Elaine

    ResponderExcluir
  4. Amiga, que estória impressionante!

    Muito obrigada por sua presença e carinho! Dedico-lhe um selinho, venha no blog Desmemória Feminina pegá-lo!

    Abraço!

    E vamos confiar na vida!

    Meditar é observar distanciadamente os próprios pensamentos e sensações. Faz muito bem! :)

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!

    Em um post logo no inicio do Alma, eu falei sobre a propagação de erros de um ser humano a outro.

    A falta do que fazer ou de como se- fazer.

    Não vou fazer aqui apologia ao bom senso, acho que todos sabemos nosso dever.

    Indignar com tal visão, e pior, saber que é essa nossa realidade, aquela envolvida no breu enfim... saber que isso acontece do outro lado da rua é triste, e pensar que nossos filhos podem um dia fazer parte de tal horror torna aquilo mais horrivel?

    Espero que nossa sociedade manifeste tal horror quando for tomar alguma atitude, posto que, o problema é nosso!

    Real, cru- exposto, cheio de farpas,este é o seu post.

    Um beijo enorme nos vemos no Alma!

    Vinicius.

    ResponderExcluir
  6. Cara ou coroa.
    Versos e reversos.
    Luz e escuridão...

    Os que podem, deixa correr suas razões na festança, adentrando algazarras,felizes bebericando. Espoletam suas formas, mas nada falam, talvez o caminho inconsciente de esconder as amarguras...
    As crianças, creio o jeito de chamar atenção, um grito de socorro, ainda que sangre... Dor maior é afome, é a falta de amor, deixa escorrer esse mangue, me socorram por favor...

    Triste minha querida,
    é a vida, infelizmente...

    Linda semana pra ti

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  7. Adorei você ter visitado no meu blog, comecei agora e achei que ninguém via, fico feliz por você estar seguindo lá, também estou te seguindo aqui.

    Amei seu post... A gente fica meio que inerte aos acontecimentos que parecem estar tão longe da gente, tão longe da nossa história que sequer consegue ter uma reação... e quando nos deparamos com ele tão perto, nos sentimos amedrontados perante a dor alheia...

    O ser humano está se destruindo...

    ResponderExcluir
  8. Mais que triste e doído , é lamentável .
    E a anestesia é praticamente geral ...


    Bjo.

    ResponderExcluir
  9. Oi amiga, pois agora quem chora sou eu... Sou manteiga derretida, e esse texto é por demais comovente... E muito real... Amiga, carinhos pra ti... Bjsss

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, Amapola! Os sonhos realmente nos ensinam muita coisa,,, basta estar atento!
    Sua história é triste... como que pode acontecer tanta coisa ao mesmo tempo, e em lugares próximos, não é?
    Você descreveu muito bem como as pessoa ficam... como zumbis! É lamentável o que acontece... me pergunto o que eu posso fazer para ajudar?!

    Um abraço no seu coração!

    ResponderExcluir
  11. Oi, querida, td bem?

    Que coisa estranha, confesso que não entendi o que eles queriam com isso, mas foi triste..

    Amada, já peguei seu e-mail, vou te mandar uma mensagem pra vc pegar o meu tbem, e me contar sobre "o amor" da mensagem que vc disse no meu post.

    Desculpe pela demora de aparecer, no meu blog eu explico..

    Tenha uma linda semana, amiga.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. olá amapola, tudo bem?

    esse teu texto me fez refletir mais uma vez como é triste a situação desses meninos de rua, frutos na maioria das vezes de uma família desequilibrada onde a violência e a falta de amor os reduz a isso, a zumbis que morrem aos poucos a cada dia envenenados pela droga.

    é muito difícil mesmo...

    abraços

    ResponderExcluir
  13. Bom dia minha amiga,,,são cenas urbanas que por mais que a gente veja nas grandes cidades no deixam chocados, nos fazem refletir sobre o futuro,,,ou melhor, a inexistencia dele,,,o que viraram essas crianças? provavelmente hoje habitam o submundo do crime e já moram em cadeias ou já se formam,,,realmente é de chorar,,,e provavelmente uma cena jamais a se esquecer...grande beijo de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  14. Super legal a coincidencia de hoje...rs..rs..sintonia,,,,o diferente no seu blog é que as vezes os comentarios já estão direto na pagina do texto, ao contrario dos outros em que a gente le o texto, e clica pra abrir, hoje por exemplo, o diferente está em que a gente não precisa clicar,,,mas existem varios comentarios de outras datas,,,enfim,,,o melhor é que deu certo...rs..rs...grande beijo de bom dia.

    ResponderExcluir
  15. Amapola, muito triste,mas parte dessa nossa realidade que temos que conviver e ao mesmo tempo combater seja com ações concretas de solidariedade,seja simplesmente denunciando,contando em palavras como fizeste muito bem aqui.
    Abraços,
    Bergilde

    ResponderExcluir
  16. Também tive um filho e tive uma decepção bem grande..
    Mas não igual a essa!
    Eu me fechei severamente para o amor!
    Mas descobri que nunca tinha sentido amor de verdade.
    Eu sei que agora descobri o amor de verdade!
    E essa decepção que postei no meu blog foi dificil, mas, o que não é dificil no amor!
    É dificil ficar um segundo longe! E tudo é um grande drama! Mas drama com razão! Drama com amor e carinho!
    E tudo fica bem no final do dia!
    As mágoas passam! E o amor prevalece!
    Espero que não sofra tanto quando eu sofri me fechando para o mundo!
    Espero que encontre alguém que você ame de verdade, e que te ame como você merece!

    Torcendo por ti!
    Beijos, e sorte pra ti!

    ResponderExcluir
  17. Querida, seu coração é grandioso!
    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  18. Oláa!
    Lind post, me emocionei.

    brigada pela visita e volte sempre :)

    beijo grande!!

    ResponderExcluir
  19. Gosto muito quando vc faz comentários do que eu escrevo... Você é uma graça... Espero que visite sempre... Beijos querida...

    Ani

    ResponderExcluir
  20. Oi minha flor,estou meio confusa e ñ sei ao certo o que estou comentando.
    Acabei de ler o texto das crianças anestesiadas mas eu lembro que já li essa postagem e comentei,procurei a tua mais recente e ñ encontrei.
    Só vejo os comentários rs.
    Me diz uma coisa,como esta sua mãe?
    Beijos minha linda.

    ResponderExcluir
  21. Agora eu entendi rs.
    Pois bem minha flor,vai me dando noticias ok.
    Estou meio na correria pq voltei a trabalhar,estou com uns projetos e preciso me concentrar neles rs.
    Estou dando aula numa creche e a noite numa faculdade de curso a distancia,estou meio cansada.
    Mas...apesar disso estou feliz,adoro produzir rs.
    Melhoras para sua mãe,ñ esqueça de me dar noticias.
    Beijokas millllllllllllllllllllll.

    ResponderExcluir
  22. Amapola,

    Adorei o apelido!
    Menina fiquei lendo o texto e quando vi estava encolhida na cadeira, que poder de envolver você tem, visualisei a cena de maneira tão real que cheguei a olhar para os lados depois, rs.
    Adorei receber sua visita e quero agradecê-la pelas palavras carinhosas e por estar acompanhando o Sobre Viver em Sinop. Claro que passarei por aqui sempre que puder, adoro textos bem escritos.
    Grandes beijos e ótima semana

    Ah, até hoje não me curei da asma, rs.

    ResponderExcluir
  23. Existem momentos em que as lágrimas dão lugar as palavras, e só depois é que elas quebram o silêncio, como agora, em suas palavras... Beijo de terno carinho, Amampola.

    ResponderExcluir
  24. Ei, fiz um meme literário e te indiquei! Gostaria muito que respondesse! O link é esse: http://migre.me/3SXBh

    Beijinhos! ;*

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Maria.

    Quanta coisa boa em seus blogs.
    Que maravilha!
    Eis aqui uma talentosa mulher.
    Parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  26. Um dia repleto de poesia e muito carinho pra ti querida,,,beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  27. Oláa bom dia!!

    Venho agradecer seu carinho no Alma muito obrigado!!

    Espero ve-la sempre em meu blog, é um prazer te-la por lá!

    Beijo!

    Vinicius.

    ResponderExcluir
  28. Bom dia,querida Amapola!!

    Que tristeza!!
    Como mãe é uma coisa impensável...crianças andando sozinha, ainda mais numa situação destas!! Dói o coração...
    Dói principalmente não saber o que fazer para mudar isso...

    Beijos!!
    Boa semana pra ti!!

    ResponderExcluir
  29. História real e triste.Será que essas crianças chegaram á ficar adultas? E o que está acontecendo com elas atualmente? Impossível saber.As previsões não são boas.Só Deus sabe.Ou, possivelmente,seu sobrinho paranormal.
    Sabe,gosto muito dos seus blogs,principalmente das suas postágens muito profundas e nos leva á reflexão.
    Adorei a sua visita e os seus comentários.É um incentivo para continuar.Volte sempre.

    ResponderExcluir
  30. Olá querida amiga Amapola!
    São histórias tristes,o tempo passa e esses abandone de crianças continua, quando essas crianças crescerem, serão potenciais delinquentes, e pessoas revoltadas contra tudo e contra todos, porque não as acolheram no devido tempo, quando eles precisavam de um carinho, um prato de comida na mesa.

    Um beijinho grande,
    José.

    ResponderExcluir
  31. Minha querida amiga Amapola,essas histórias são parte de uma sociedade que caminha a passos tortuosos, infelizmente...
    Estou te seguindo novamente, pois o blog Vozes de Minha Alma, precisei reformular.
    Seja bem vinda como sempre foi, já estava com saudades também.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  32. Amiga,como disse,precisei reformular alguns ítens do blog e te sigo novamente.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  33. Um belissimo dia pra ti querida amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  34. Oi, Maria.

    Bom dia!

    Que bom sua presença em meus blogs.

    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  35. Oi querida Amapola, que história triste. Mais que bom que tem pessoas sensíveis como você pra poder relatar tais acontecimentos. Sua atitude é muito bacana porque assim você chama a atenção pra coisas que a gente presencia a todo momento mais que na maioria das vezes passa desapercibido por já estar se tornando uma coisa banal aos olhos das autoridades que nada fazem com essas pessoas.

    Um bjo grande da amiga L@ine.

    ResponderExcluir
  36. Passando para te deixar um abraço bem apertado e dizer que andei em teus outros blogs sentindo saudades das tuas vezes misteriosas.
    Resumindo, sois uma estante cheia de versos com histórias pra contar e deixar saudade...

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  37. Vivemos num tempo em que nem sabemos como agir.

    O pior disto tudo são estes inocentes deambulando, drogados e marginalizados sem esperança de um futuro melhor.

    Nunca conheceram nada melhor..família, carinho, banho e roupa lavada....

    ResponderExcluir
  38. Triste minha querida pois essas crianças serão os homens de amanha...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  39. Tão triste essa realidade das crianças no mundo das drogas...

    ResponderExcluir
  40. Amiga querida!
    Hoje mesmo eu li na Zero Hora que a melhor solução para as drogas é dizer NÃO!!! Mas nem todos têm essa força, né?!
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  41. Que angústia que vc deve ter sentido, Amapola. Meu Deus! E o medo? Quando vou ao Brasil sinto medo de qualquer grupo suspeito. Eu não era assim, mas fico cada vez mais insegura no meu país.
    Parabéns pelo relato! Muito bem escrito.

    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  42. Um maravilhoso final de semana pra ti querida amiga,,,muita paz e muita poesia...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  43. Olá, Amapola!

    Vim agradecer por sua visita e também conhecê-la. Estou gostando muito de compartilhar suas memórias, você tem histórias lindas de vida!
    Gosto muito disso, de histórias de vida, e as suas são muito preciosas. Estive uma vez em Mariana, sua terra natal, onde tive oportunidade de conhecer uma mina de ouro antiga. Foi, sem dúvida, um passeio sensacional.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  44. Amapola minha amiga internauta sempre com contos que nos levam a viajar em pensamentos, bjs!

    ResponderExcluir
  45. miga estimada, é sempre um prazer recebe-la e vir aqui.
    Um bom domingo, bjs.

    ResponderExcluir
  46. Boa noite querida, é impressionante como vc me fez relembrar Clarice Lispector, ela abordava um mundo, tal como vc aborda, parabéns, sou fascinada por Clarice e agora por vc. Apesar de todas as histórias nos levarem a reflexão profunda e percebermos como somos incapazes de mudar a realidade. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  47. Minha querida amiga, que triste história.
    Que triste que é a sociedade atual para
    algumas pessoas(muitas)e sobretudo para
    as crianças.
    Um grande beijinho e desejo que esteja bem.
    Bom domingo.
    Irene

    ResponderExcluir
  48. Um excelente domingo e uma semana cheia de carinho e paz pra ti querida amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  49. Obrigado,Amapola! Desejo também pra ti que a semana seja na paz e cheia de coisas boas!beijos,chica

    ResponderExcluir
  50. Oi minha flor.
    Gostou da foto?
    Ainda chegarão mais rsrsrsrsr.
    Como esta sua mãe?
    Me de noticias dela ok.
    Beijos lindonaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

    ResponderExcluir
  51. Oi Amapola.
    Triste a vida desta geração perdida. O mais grave é que com o passar do tempos, este horror cotidiano passa a ser encarado como uma coisa normal.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  52. Oi, Amapola! O abandono e a indiferença são as coisas que mais doem na gente.

    OBRIGADO pela diferença positiva através de seu apoio e solidariedade com meu irmão. Está se recuperando bem e esta semana dever retornar para casa. Um abraço e ótima semana. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  53. Uma belissima segunda feira pra ti querida amiga,,,e uma semana recheada de poesia e muita paz...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  54. Espero que tenha sido apenas ficção. Coisa danada de triste essa.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  55. Querida amiga Valéria.

    Infelizmente não é ficção. É 100% verdade, tudo que narrei.

    Beijos no coração. Que Deus a ilumine hoje e sempre.

    ResponderExcluir
  56. Querida Amapola, que saudades!

    Ando meio sumida do blog. Correria da vida!

    Impressão minha ou vc anda meio triste, reflexiva em alguma angustia?
    Tomara que o que eu tenha sentido esteja totalmente errado.

    As diferenças deste mundo, as dores deste mundo ! Somos os culpados por tudo isso. O homem e a história do homem é a única culpada por tanta dor e diferenças e indiferenças.
    A dor, infelizmente, não escolhe a vítima, idade, classe social. Basta ser vida. basta fazer parte da natureza e de tudo que o homem anda fazendo por este planetinha!

    Minha amiga, espero de coração que esteja tudo em paz com vc!
    Um beijo com todo meu carinho e afeto.
    Sempre!

    ResponderExcluir
  57. Oi, Amapola, são as diferenças de uma sociedade injusta; os que têm mais ficam bebericando num bar. Os que não têm acesso a educação, à saúde e ao amor, mostram suas feridas desta forma dantesca, animalesca.
    Beijos, amiga.
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  58. olá querida, seja bem vinda, não sou poetisa sou apenas a terê, que sonho muito. bju terê.

    ResponderExcluir
  59. Amapola querida!

    Vim ler as novidades e deixar um presente para você:

    ABRA TEU CORAÇÃO

    Quando tua alma

    Parecer pequena,

    Mesmo quando achar

    Que amar não mais vale a pena,

    Abra teu coração!

    E quando a noite chegar

    E a solidão te alcançar,

    Ainda assim, eu peço,

    Abra teu coração!

    Vou te contar um segredo:

    Um coração

    Só abre por dentro

    E só o dono tem a chave!

    E se ele se fecha ou se abre

    Depende unicamente de ti.

    Abra!

    Tire as mágoas,

    Jogue fora as tristezas,

    Deixe somente doces lembranças

    E faça um lugarzinho

    Pra acolher as belezas

    Que a vida te reserva.

    Tenho certeza

    Que a ternura vai fluir.

    Teu coração renovado

    Será fonte de alegria,

    E será maravilhoso te ver sorrir.

    Autora: Letícia Thompson

    ____________________________

    Boa semana!

    Beijinhos, muitos!!!

    Sônia Silvino's Blogs

    Vários temas & um só coração!

    21 de fevereiro de 2011

    ResponderExcluir
  60. Obrigada pela visita! To seguindo também!

    Bjaum.*.*.

    meninasegredos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  61. Um grande beijo e o desejo que tenha um dia maravilhoso....

    ResponderExcluir
  62. Você possui uma enorme sensibilidade. Obrigada pela visita lá. Estou seguindo você também!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  63. A emoção que transmites em teus Poemas e textos é muito terna. Imagino a aflição que teu coração de mãe sentiu vendo aquelas crianças completamente abandonadas por todos e até por elas mesmas, se auto flagelando. Triste realidade...Triste País!

    ResponderExcluir
  64. Olá, vim deixar meu carinho,
    * . * . * .
    * . _/_ * + . .*.*.*.* .
    . * ),"( + * *
    ________0000______________________
    ______0000________________________
    ____00000_________________________
    ___00000______ Apenas _________
    __000000________deixando___________
    _0000000_________ minha ________
    _0000000_______ MARCA... ________
    _0000__00_________________________
    _0000__00000000___________________
    _000000000000_____________________
    __0000000000_______Beijos...____0_
    ___0000_000000_________________00_
    ____00000_______0____________000__
    ______000000__00000______000000___
    ________000000000000000000000_____
    __________00000000000000000_______
    ______________000000000___________
    + . * . * . *
    + . * . * . + _/_. * . * .. + . * . * . *
    * . * . + . * ),"( . * . + * . +. + . * . + . * . * . + . * . * . * . * .
    * . _/_ * + . .*.*.*.* .
    ESTAREI SEMPRE AQUI MARCANDO PRESENÇA,FAÇA O MESMO E ME DE UM OIZINHO, no, http://hanukkalado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  65. Boa tarde!Obrigada pelo gentil comentário. Realmente estava muito triste quando escrevi o poema. Este blog foi a melhor maneira que encontrei de expressar a minha dor e a saudade imensa que eu sinto da minha bebê...pois ela morreu nos meus braços e eu nunca vou esquecer desse dia! Só Deus sabe o quanto dói lembrar. Um grande bju...Fica com Deus!!!!

    ResponderExcluir
  66. Eu sempre digo para pessoas, sem restrição, que quem quer que seja, é um lindo diamante que só tem que sentir ser...e a vida tem maneira lindas de me apresentar pessoas extraordinárias, pois isso consigo ver, não pela maneira unica de falar e escrever, mas de seu estilo de vida apresentar uma verdade que poucos podem perceber e mostrar essa verdade com extrema suavidade...
    Pois costumo falar que não existe pessoa ruim e sem frutos, apenas são pessoas que não tiveram a oportunidade de curar suas feridas e ver que a vida sempre terá um infinito de lindas possibilidades...apenas continue a nadar..... ou melhor a andar....e sinta a vida sempre...tenha o melhor das letras que não mais são minhas és tua.

    ResponderExcluir
  67. obrigado pelo carinho, que não saberei nunca agradecer como gostaria, mas sei que pelo caminho da criação que você cuida, será um dia reconhecida, pelas sementes lindas que você tem plantado.

    ResponderExcluir
  68. Olá...pasei para deixar 1.000 bjinhos com desejos de paz, saúde e muita felicidade!! Que Deus te abençõe!!!!

    ResponderExcluir
  69. Nossos olhos são janelas abertas para o real. Alguns o percebem com tamanha profundidade, outros o tem com uma indiferença sem tamanho. Chamo isso de percepção do eu que se estende nos outros. Quando sinto uma dor que não está em mim, é porque uma parte de mim está doendo através da pele de outra pessoa. Quem negligencia isso é porque teve o coração amputado, portanto, a dor alheia não lhe fere nem faz sentido.

    Beijo, querida. Adorei teu espaço cheio de poesia.

    ResponderExcluir