segunda-feira, 24 de maio de 2010

UMA FITA CAÍDA NO CHÃO



UMA FITA CAÍDA NO CHÃO

No final dos anos 90, num sábado, eu fui ao centro de Belo Horizonte, para comprar um CD de valsa de Strauss. Depois de entrar em várias lojas, encontrei o que queria.
Ao testa-lo, ficou visível para o balconista, o quanto ele ela importante pra mim.

Quando cheguei em casa, ouvi aquelas sete músicas, muitas e muitas vezes.
Aí, comentei com meu filho, sobre o meu irmão Ninico, que tinha o costume de assobiar essas valsas, enquanto passava brilhantina nos cabelos, penteando-os e se olhando num pequeno espelho, que ficava pendurado na sala. Ele era muito vaidoso, e ficava um tempão ali, dando até para assobiar a música inteira.

Imaginei a felicidade dele, ao ouvi-las.

Poucos dias depois, numa tarde, eu ouvi a voz dele lá no alpendre da casa da minha mãe, que fica ao lado da minha. Coloquei o CD pra tocar, e fui lá.
Quando o avistei, ele já estava se levantando da cadeira, e antes de me cumprimentar, disse assim: __De onde vem essa música?
__Eu disse que havia colocado pra ele.

Ele me acompanhou e ficou de pé, na frente da estante, olhando fixamente para o aparelho de som, ouvindo... emocionado!

Eu saí devagarinho, para deixa-lo viajar naquela trilha, indo sentar-me num banco, no quintal.

Depois de ouvir tudo, ele saiu pela porta da cozinha, aproximou-se de mim, e disse:
__Ô Maria... é tão bonito, que a gente não sabe se ri, ou chora! __Sua voz se embargou!
Ele apertou a minha mão, falando assim: __Muito obrigado pela música... depois eu volto, para ouvir mais.

Assim que ele foi embora, eu fui numa lojinha do bairro e comprei uma fita K7. Gravei nela, todas as valsas. Fiz uma legenda caprichada e coloquei na capa. Peguei um papel e fiz uma dedicatória carinhosa, colocando-a na contra capa.

Me senti realizada...

Poucos dias depois, quinze de abril, ele viria para o aniversário da minha mãe. Aí então, eu lhe entregaria a fita.

No dia seguinte, eu peguei uma flanela para limpar a estante. Antes que eu chegassse até ela, numa distância de um metro mais ou menos, vi aquela fita cair no chão, separando capa... fita... dedicatória.
Assustadíssima por não ter tocado em nada, eu me abaixei... e constatando que nada havia se quebrado, pus tudo dentro da capa novamente, e me levantei.
Aí, senti um aperto no coração... um sufôco... Chorei!

Meu filho, ao ouvir o barulho, aproximou-se. Contei-lhe tudo, e ele , para me consolar, disse assim:
__Preocupa não... não vai acontecer nada.

Guardei-a novamente. Não tive a coragem de telefonar-lhe, para não dar força ao meu pressentimento. Era preciso ter atitude positiva... afinal, em menos de uma semana, nos encontraríamos.

No dia 14 de abril, minha irmã ficou preparando a festa. O bolo, ela deixou pra confeitar à noite, o que terminou, quase três da madrugada.
Eu fui dormir, altas horas.

Antes das seis, acordei com o barulho de vozes, na minha porta da cozinha. Era minha irmã que mora em outro bairro, conversando com o meu irmão caçula. Abri a porta...
Eles me contaram, que Ninico havia morrido naquela madrugada.

Meu coração, ficou rasgado!

Naquela mesa, um bolo grande e bonito... rodeado de doces e salgados... enfeites coloridos...
Na nossa alma, um amargo profundo... da dor mais doída do mundo!

Quando minha mãe assimilou a verdade, seu rosto foi ficando com uma forte expressão de derrotada, enquanto ela editava esta frase:
__É... é o meu presente de aniversário!

Meu cunhado nos levou lá. Revezou, para não deixarmos nossa mãe sozinha em casa.

Eu peguei a fita do Strauss, coloquei na bolsa e levei comigo.
Passei quase o tempo todo, acariciando o rosto dele, que parecia estar dormindo. Quis sentir com minhas mãos, a sua temperatura. Beijei seu rosto, e pousei minhas mãos sobre as dele, como se pudesse esquenta-las novamente.

Depois, pus a fita do Strauss nas mãos dele, e falei ao seu ouvido:
Eu gravei as suas músicas com muito carinho... leve-as... são suas!

Eu o acompanhei até o momento derradeiro!

27/01/2010

56 comentários:

  1. Correção: O quanto, ele era importante pra mim.

    ResponderExcluir
  2. Receber as tuas visitas é gostoso demais e te visitar também encanta o meu coração. Este blog tem chamego e acalenta a minha alma!
    Que seus próximos dias sejam recheados de alegria e de paz!
    Bjkas, muuuitas!
    Sônia Silvino's Blogs!

    ResponderExcluir
  3. "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."

    ( Lya Luft)

    Agradeço o seu carinho.....Beijos M@ria

    ResponderExcluir
  4. Olá...boa noite!
    Você escreve tão bem, lendo esse post senti como se eu estivesse assistindo os acontecimentos narrados por você!

    Obrigada pela visita e comentário em meu blog!
    Gostei daqui, voltarei sempre!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Olá Amapola,

    Obrigado pela visita. Desculpe o estado em que o meu blog se encontra (meio abandonado), mas será sempre um prazer receber sua visita.

    Abrsços!
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Querida Amapola,
    eu cheguei aqui, movida pela alegria e pelo carinho que vc sempre deixa no meu blog, sua marca registrada. Então, leio essa narrativa tão doce e tão triste, cheia dessa beleza que só os afetos verdadeiros são capazes de nos dar.
    O que eu vim dizer ganhou mais força ainda :
    Vc, querida flor, nos ensina o Amor, em seus mais diferentes significados.
    Sinto-me privilegiada pela sua amizade.
    Conte com meu carinho .Beijos beijos
    Mellíss

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente arrepiante e sem explicação a historia,,,realmente muitas vezes fazemos coisas na vida sem saber porque,,,e em muitas delas estamos nos despedindo e fazendo alguem sorrir pela ultima vez....beijos querida de bom dia.

    ResponderExcluir
  8. Bonjour mon amie* Pour toi,

    perle de pluie

    Sou pérola da chuva
    Pérola que não se enxuga
    Pérola que encontra uma rosa
    Numa certa manhã radiosa
    Que escorre pelo veludo
    Pérola do verdadeiro amor
    Pérola do sincero pudor
    Que bate em teu coração
    Pérola que faz a alegria
    Da tua triste vida.

    by renata eu e daí
    Lindo, que me arrepia, e me faz chorar de tão feliz!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Amapola amada, bom dia!
    Não tenho muito o que dizer desse seu texto, porque estou embargada pela emoção.
    Mas me fez lembrar uma musica que eu acho linda, e sempre ouço, repito e canto a mim mesma, qdo alguem que eu amo vai embora:

    "Mande notícias do mundo de lá
    Diz quem fica
    Me dê um abraço venha me apertar
    Tô chegando
    Coisa que gosto é poder partir sem ter planos
    Melhor ainda é poder voltar quando quero
    Todos os dias é um vai-e-vem
    A vida se repete na estação
    Tem gente que chega pra ficar
    Tem gente que vai pra nunca mais
    Tem gente que vem e quer voltar
    Tem gente que vai querer ficar
    Tem gente que veio só olhar
    Tem gente a sorrir e a chorar
    E assim chegar e partir
    São só dois lados da mesma viagem
    O trem que chega
    É o mesmo trem da partida
    A hora do encontro é também despedida
    A plataforma dessa estação
    É a vida desse meu lugar`
    É a vida desse meu lugar
    É a vida...
    [Simone]

    Um abraço minha amiga, que me presenteia, me emociona e me faz crescer como GENTE com tão lindos relatos de vida.

    ResponderExcluir
  10. Bonjour mon amie* Pour toi,

    perle de pluie

    Sou pérola da chuva
    Pérola que não se enxuga
    Pérola que encontra uma rosa
    Numa certa manhã radiosa
    Que escorre pelo veludo
    Pérola do verdadeiro amor
    Pérola do sincero pudor
    Que bate em teu coração
    Pérola que faz a alegria
    Da tua triste vida.

    by renata eu e daí
    Lindo, que me arrepia, e me faz chorar de tão feliz!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ai, já passei por aqui.
    Sorry, querida, que mancada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Querida Amapola, às vezes tomamos atitudes e temos gestos que só serão explicados mais a frente.
    Lindo relato.
    Deixei para você um selinho nos Tantos Caminhos. Por favor, fique à vontade para aceitar ou não.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  13. Querida amiga poetiza Amapola! Esta história deixou-me arrepiado, e emocionado até,a sua vida tem sido cheia de acontecimentos nada felizes, é preciso ter um coração bem grande para poder suportar tudo isso, e ter tudo isso na memória como se fosse um livro aberto.

    um beijinho grande,
    José.

    ResponderExcluir
  14. que bom teu blog.
    Gosto desse teu jeito de escrever com uma naturalidade que contagia.
    Gosto daqui,
    Maurizio

    ResponderExcluir
  15. Amapola, teu dom de nos passar esses momentos de tua vida, é simplesmente sublime, transcendente e que me faz refletir, no quão generoso é teu coração!
    Toda essas narrativas, passam em mim como um filme...
    Sinto uma ternura em tudo isso, pode crer.
    Um abraço afetuoso.

    ResponderExcluir
  16. Caríssima e queridíssima Maria Amapola:

    Forte narrativa tua acerca de Ninico,emocionante e triste,coisas de vidas nossas,tu é escriba,minina,e amo isso.
    Uma tarde e noite boa,querida amiga minha.

    viva la vida

    ResponderExcluir
  17. Amapola, estou cada vez mais impressionado com seu talento de escritora/blogueira. Vc é incrível, mulher!!! Não posso negar que vc me influencia. Já confessei pro Francisco (namorado da ria) que foi ele quem me incentivou, através das suas postagens, a prosseguir nesse novo caminho, o dos blogs. Mas vc dá de dez a zero nele!

    ResponderExcluir
  18. Amapola, passei por aqui via Viver é Pura Magia, adorei o seu blog vou voltar. Fico contente por ter gostado do meu texto, um beijo,Alfa.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite minha linda,eu acho q o meu blog está pesado amada.Muitas fotos creio eu rs.
    Mas ñ desiste tá,eu amo as suas visitas e adoro os seus relatos.
    Parabéns minha bela.
    Obrigado pelo seu carinho.
    Beijokas

    ResponderExcluir
  20. Oi, querida! Pra vc o poema do Amor!

    O poema que o poeta propositadamente escreveu

    só para falar de amor,

    de amor,

    de amor,

    de amor,

    para repetir muitas vezes amor,

    amor,

    amor,

    amor.

    Para que um dia, quando o Cérebro Electrónico

    contar as palavras que o poeta escreveu,

    tantos que,

    tantos se,

    tantos lhe,

    tantos tu,

    tantos ela,

    tantos eu,

    conclua que a palavra que o poeta mais vezes escreveu

    foi amor,

    amor,

    amor.

    Este é o poema do amor.
    António Gedeão************
    Boa noite
    Beijossssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  21. Bom dia, minha querida Amapola.
    Estou aproveitando a estada de minha filha para passar rapidamente pelos meus amigos. Ainda estou sem computador, fico triste em não poder interagir com meus amigos como queria, mas... qualquer dia desses eu consigo resolver esta situação.
    beijo grande.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana.
    Saudações Educacionais !

    ResponderExcluir
  22. Passei para deixar o meu bom dia, com amor e poesia:

    "Aos pássaros Deus deu o vôo e o canto, aos que amam Ele dá o sonho e o encanto. Quem ama de verdade não consegue voar,porém de tão leve espírito, chega até a flutuar"

    ©Valter Montani

    ResponderExcluir
  23. Um beijo carinhoso de bom dia pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  24. Nossa amapola,

    Ás vezes as palavras me faltam...beijos amiga!

    Ótimo dia pra você!

    ResponderExcluir
  25. Amapola
    Tanta alegria e tanta tristeza juntos.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  26. Antes de mais nada, obrigada por ter me achado. Na verdade, perecebo que eu ganhei e muito com isso.
    Sensibilidade é seu nome?
    Lindo o seu post. Poderia ser triste, mas não é! É maravilhoso. A alma é viva. O espírito não morre e sabe antes, avisa, sopra no nosso coração.
    Sabe, um dos meus grandes amores na vida foi meu avô e quando ele morreu, assim como minha avó...deixei o tempo todo a música que eles gostavam tocando bem baixinho.
    Meu avô sempre me dizia que a música era uma forma de oração, de entrega do coração. As músicas boas, claro!
    Eles eram fãs de músicas clássicas e óperas. Meu avô como bom português, amava um fado!

    Que bom, seu irmão fez essa viagem tão solene e tão importante com suas mãos afagando seu rosto e a música que amava, embora não tocada, lembrada em seu coração.

    Obrigada pela oportunidade rara de conhecer um blog como o seu.
    Volte quando puder para ler o texto sobre Mandela. É lindo!

    Um beijo grande.

    ResponderExcluir
  27. Oi amiga Amapola,emocionante o texto.Nem sei o que dizer é muito ruim perder quem amamos.
    O importante é que ele está descansando em paz...
    Lindo texto!
    Um abraço!
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  28. Amapola, obrigada pela visita no blog da minha pequena Cantinho dos Sonhos, mas o meu mesmo é o Tantos Caminhos: tantoscaminhosisadora.blogspot.com mas por favor fique à vontade para passar por lá. Ela adora quando tem comentários.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  29. Nossa, amada, vc me fez chorar de novo.. eu ainda não consigo superar a morte dos meus próximos, nem de ver pessoa sofrendo pelos seus entes..

    Muito linda essa historia, como todas as outras, amiga.

    Tenha uma ótima noite.

    Beijos..

    ResponderExcluir
  30. Amapola, minha amiga abençoadaaaaaaaaa!
    Vim deixar um abraço de boa noite minha querida.
    Sonhos lindos, com a benção do Pai maior!

    Beijooooooooo amadaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  31. Obrigado minha linda.
    Obrigado por sua visita sempre tão carinhosa.
    Agradeço por existir amiga.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  32. Não deixe portas entreabertas
    Escancare-as
    Ou bata-as de vez.
    Pelos vãos, brechas e fendas
    Passam apenas semiventos,
    Meias verdades
    E muita insensatez.

    flora Figueiredo


    Amor & Paz na sua noite!!

    ResponderExcluir
  33. Boa noite!!!
    Vim agradecer a sua preciosa visita!
    Aproveito para deixar um carinho pra você que é tão especial e importante para mim!
    "Cada um que passa em nossa vida,
    passa sozinho, pois cada pessoa é única
    e nenhuma substitui outra.
    Cada um que passa em nossa vida,
    passa sozinho, mas não vai só
    nem nos deixa sós.
    Leva um pouco de nós mesmos,
    deixa um pouco de si mesmo.
    Há os que levam muito,
    mas há os que não levam nada.
    Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
    e a prova de que duas almas
    não se encontram ao acaso. "Antoine de Saint-Exupéry
    Bjkas, muitas!

    ResponderExcluir
  34. Um beijo carinhoso de bom dia pra ti amiga,,,,fique com Deus.

    ResponderExcluir
  35. Amapola....Muito triste a viagem do Ninico...e para sua mãe então.. bem pior...Mas se você acredita no espiritismo, pôde constatar o feito...(da fita no chão)... ele tinha dado o sinal do seu desligamento desta terra...
    Chorei, também lendo seu post...assim como você deve ter chorado muito...
    Sua atitude em colocar junto dele a fita gravada, foi muito sábia...e humana...mas de lá onde está ele agora...muitas dessas lindas melodias certamente ele já ouviu...e lembrou-se de você...com amor e carinho...

    Fica em Paz... ele está melhor que nós...

    Obrigada pela presença no meu bloguinho tão abandonado....por mim, ultimamente....

    beiijosss

    Marilis

    ResponderExcluir
  36. Estou profundamente emocionada, teu texto arrancaram- me as lágrimas...não sei nem como comentar...
    bjos com carinho amiga..

    ResponderExcluir
  37. Bom Dia, querida! Não sei mais o que lhe dizer, nem tampouco oferecer.
    Deixo um beijo que um dia ganhei. E desta vez, vê se cai a ficha antes.

    Estrela
    *À janela me debrucei

    Olhei para o firmamento

    Foi então que reparei

    Na beleza do momento


    Tanta estrela lá no alto

    E uma se distinguia

    E foi com um sobressalto

    Que reparei no que via


    Entre as demais escondida

    Triste, assustada, ferida

    Uma luzinha de prata


    Rogava ajuda a estrela

    Desejei estar ao pé dela

    Pois eu vi nela a Renata.
    António Pais*

    + Beijos*


    ResponderExcluir
  38. Amapola, inevitável não voltar aqui e agradecer.
    Esse mundo de blog é muito estranho! Poderia ser uma ferramenta poderosa, mas in felizmente algumas pesosoas começam a acompanhar vc e quando comentam algo, na maioria das vezes, é sempre tão vazio e superficial que podemos jurar que leram apenas a primeira e última linha de nossos posts!
    Alguns, não faria diferença ler inteiro; outros, a não leitura é um ato de pobreza. Ficamos mais pobres quando perdemos a oportunidade de compartilhar almas ricas, almas cheias de vida, de louvores e ensinamentos.
    Meus avós sempre me diziam: beba toda a água que lhe oferecem!!!!!

    Obrigada por me fazer mais rica com seu blog, seus comentários.
    Vi que vc tem vários blogs e vou começar a lê-los como um livro. Ler salteado, ler aos poucos, absorbver, sorver...beber toda a água!
    Vou comentando aqui e ali.
    Vc é um presente desse mundo de blog!

    Precisava dizer apenas isso.
    Outro abraço bem apertado e cheio de carinho.

    ResponderExcluir
  39. *
    senti na pele,
    o teu belo post,
    parabens,
    ,
    conchinhas, deixo,
    ,
    *

    ResponderExcluir
  40. Quando eu dobro os meus joelhos, para pedir proteção... Eu não peço só por mim, mas também pelo meu irmão.

    (Valquiria Cordeiro)

    Feliz Noite e beijos meus...M@ria

    ResponderExcluir
  41. Oi querida amiga,
    tenha uma boa noite
    Um forte abraçooo!

    ResponderExcluir
  42. Minha amiga amadaaaaaaaaaa, vim te deixar um abraço de boa noite.
    Aqui hoje chove. Adoro dormir com esse barulho na minha janela.

    Beijooooooo

    ResponderExcluir
  43. Querida...
    Existem histórias em nossas vidas que, por serem tão emocionantes, necessitam ser compartilhadas... Essa é uma delas!!! A música tem esse poder de fazer-nos lembrar de coisas boas, pessoas amadas, e momentos felizes...
    Muito lindo o post!!! Você fez eu ficar emocionado...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  44. Boa noite querida!
    Você é a visitante mais constante do País das Maravilhas! ;)

    Beijoss minha amiga!

    ResponderExcluir
  45. Minha prezada amiga.
    É com alegria que aqui passo e retribuo de coração, sua gentil visita.
    Um abraço afetuoso, um beijo em teu coração.

    ResponderExcluir
  46. Boa noite amada!!!
    Refletir é bom mas sem exagero morro de medo de dar nós nas idéias rsrsrsrs.
    Obrigado pela sua visita sempre tão carinhosa.
    Te adoro viu!!!
    Beijokas e até amanhã se Deus quizer rs.

    ResponderExcluir
  47. Oi, Amapola!

    Saudade significa que houve - ou há - amor de verdade, a vida é muito breve mesmo.

    Obrigada pela tua visita, tenha um lindo dia amanhã!

    Beijocas,

    ResponderExcluir
  48. Um beijo carinhoso de otimo final de semana pra ti amiga,,,

    ResponderExcluir
  49. "As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."

    (FERNANDO PESSOA)

    Feliz Noite e BOM FDS...M@ria

    ResponderExcluir
  50. Minha querida amiga,,,,,agradeço seu carinho e suas palavras, o Ultimo Post de hoje no Livro acabou tendo duplo sentido, mas ele fala de vida,,,de sonhos,,,de caminhos percorridos e coisas realizadas....mas foi super gostoso poder contar com seu carinho....não é o ultimo post do blog....um beijo de lindo sabado pra ti.

    ResponderExcluir
  51. Querida Amapola! Ao longo da vida a minha objectiva não tem tirado só fotografado de matas ardidas, tem fotografado felizmente algumas coisas boas também, e mesmo a uma certa distancia tira fotografias lindas, que eu faço questão de ir guardando no álbum das minhas recordações,mesmo sem as ver sei que são lindas.

    boa noite poetiza
    beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  52. Amapola, minha amiga iluminadaaaaaaaaaaa.
    Ô minha amiga, sempre tão carinhosa comigo.
    DIVA é voce minha amiga, eu sou apenas o seu reflexo . Eu tbm gosto daquela foto, engraçado que qdo penso em alguma coisa eu fico daquele jeito rs. Essa foto é do fim do ano passado, taquei tesoura no cabelo pelo trabalhooooo que dá, e a falta de tempo rs. Mas vc viu que graça aquele menino me dedicar aquele poema minha amiga? Engraçado né Amapola, a gente faz tantos amigos aqui. Amigos que me parecem de longa data, como voce. Voce é muito importante pra mim minha amiga, a gente tem tantas coisas em comum.
    Um bom domingo pra ti minha querida, e uma noite maravilhosa. Um beijo amadaaaaaaaaaaaaaa!

    PS: Não me canso de ler esse texto seu. E de emocionar cada vez que leio!!!

    ResponderExcluir
  53. Hehehehe, olha a SINTONIAAAAAAAA amada, eu acabei de postar a mensagem acima qdo recebi a sua agora. Laços de grande afetividade né minha amiga??
    Voce é uma queridaaaaaaaaa, uma amada Amapola.
    Ahhh amiga, que nada rs. Antes eu até saia bem em algumas fotos, mas é só rs!!
    Eu agradeço a DEUS todo dia pelos amigos que eu tenho feito, e uma dessas pessoas é voce!

    "Gracias a la vida que me há dado tanto"

    Um bjão amadaaaaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  54. Amapola, fico emocionado com seu contos, sem muitas palavras.. um abraço!

    ResponderExcluir