sábado, 8 de setembro de 2012

OBEDIÊNCIA CEGA, CEGA!


OBEDIÊNCIA CEGA, CEGA!

QUANDO EU TINHA 16 ANOS, FUI TRABALHAR NO ESCRITÓRIO DE UM ADVOGADO, QUE ERA CONHECIDO DE UMA AMIGA DA FAMÍLIA.

NUM DIA ELE SAIU, DIZENDO QUE IRIA VIAJAR, E ERA PARA EU LIMPAR OS LIVROS QUE FICAVAM NUMA PRATELEIRA, DENTRO DO PEQUENO BANHEIRO.

EM PÉ SOBRE UMA CADEIRA, EU LIMPAVA OS MESMOS, QUANDO AQUELE HOMEM NOJENTO ENTROU, FECHOU A PORTA, E ME AGARROU.

ASSUSTADA EU DISSE QUE IRIA GRITAR SE ELE NÃO ME SOLTASSE.  ELE ME LARGOU, E EU FUI DIRETO PRA CASA.

CONTEI PARA A MINHA MÃE E IRMÃS, DIZENDO QUE JAMAIS COLOCARIA MEUS PÉS NAQUELE LUGAR.

NO DIA SEGUINTE EU FIQUEI EM CASA, E A MINHA MÃE FOI FALAR COM O INDIVÍDUO.
AO CHEGAR, ELA ME DISSE QUE EU HAVIA ENTENDIDO MAL, E  ERA PARA EU VOLTAR AO TRABALHO. MEUS ARGUMENTOS NADA VALIAM.

FIZ ISSO, E AQUELE FILHO DA...   DESRESPEITOU-ME DURANTE QUASE
DOIS ANOS, DENTRO DAQUELE BANHEIRO.
ELE DIZIA QUE PRESERVARIA A MINHA VIRGINDADE, E QUE QUANDO EU ME TORNASSE MULHER, ELE QUERIA MUITO, SER O MEU AMANTE.

EU NÃO TINHA AÇÃO.

MINHA AUTOESTIMA FOI PARA O ESPAÇO, E PARECIA QUE MEU CORPO ERA UM SACO DE QUALQUER COISA, UM SACO DE FENO!

A MINHA ALMA ULTRAJADA REAFIRMOU QUE EU NÃO ERA DONA DE MIM, NEM DOS MEUS SENTIMENTOS, NEM DA MINHA INOCÊNCIA!

QUANDO A TELEMIG ME CHAMOU, EU ME LIBERTEI DAQUELA ESCRAVIDÃO.

(08/09/2012)





43 comentários:

  1. Telemig?O que seria isso?Bom, Amapola, eu acho que esse texto poderia ser um pouco mais longo e descritivo dentro dessa situação grave que ele discorre. Pense em enriquecê-lo muito mais dando forma e cara aos personagens. O tema é bom, mas achei que o texto poderia falar dele de uma forma mais rica. Não questiono aqui sua forma de escrever, pois seu talento com a escrita é inquestionável. Questiono apenas a falta de complexidade e riqueza do texto em sua narrativa. Beijos poéticos para ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, querido amigo Elton.

      Se você quer nomes, o tal advogado chamava-se Hely Monteiro. Era casado e tinha três filhas, nas idades de seis a dez anos.

      Entre clientes, e filhas de clientes, ele tentava se aproveitar da maioria.
      Era o homem mais feio que já conheci; por dentro, e por fora.

      Telemig era a central de telefonia, aqui, de Minas Gerais. Naquele tempo quase ninguém tinha telefone.Lá eu fazia interurbanos. Era um ótimo emprego.

      Acho que já disse tudo.

      Beijos.

      Excluir
  2. Há fatos que dispensam maiores comentários. Dizem e nos levam a profundos questionamentos. Misérias humanas e exploração na busca de satisfação pessoal - o senhor e suas escravas - a história sempre se repete.
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia minha querida!
    Estou chocada e revoltada de ler tamanha covardia.
    E mesmo com esse acontecimento horrível você é uma pessoa que emana tanto amor e luz!
    Ainda bem que você conseguiu um lugar decente para trabalhar depois.
    Parabéns pelo texto.
    Um ótimo domingão para ti.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  4. Maria lendo seu texto fiquei pensando na música do Milton Nascimento; Maria, Maria, relacionei seu escrito com a música pela força que tem a mulher, pela força que você tem Maria. Tantos e tantos acontecimentos iguais ao seu ficam guardados como se quem sofreu o abuso tivesse culpa. Ai Maria...eu gosto muito de você, um bom domingo, saudades!
    Um beijo, fica com DEUS!

    ResponderExcluir
  5. Oi Amapola!
    Que bom que a Telemig te chamou e você se libertou desse ``ser´´.Quantas coisas nós mulheres, temos que sujeitar!
    Você disse tudo em texto!
    Você é uma guerreira, como mulher te parabenizo!
    Um grande abraço querida amiga!
    Fique com Deus!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Mariangela.

      Não encontrei seu blog, por isso estou lhe agradecendo nesse espaço.
      Você é muito especial.
      Fique com Deus também!
      Beijos.

      Excluir
  6. Experiência difícil e marcante, Amapola!
    Que bom que houve libertação e restauração da sua vida!!! Eu creio!...
    Um grande abraço e o desejo de que essas lembranças sejam superadas mais e mais...
    O nosso Deus é justo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida amiga Anete.

      Visitei você, mas tentei dezenas de caracteres e não consegui comentar.

      Quero assistir os filmes que você sugeriu.
      Bem me quer, mal me quer, deve ser muito bom mesmo.

      Adorei aquela música.
      Muito obrigada pela sua gentileza e carinho.

      Concordo com você: O nosso Deus é justo!
      As compensações são um verdadeiro milagre.

      Muitas bênçãos.
      Beijos.

      Excluir
    2. Chatinhos mesmo "esses caracteres", apareceram de repente, mas assim que puder resolverei isso... Os seus comentários são importantes p mim.

      Beijos e muita paz, Amapola!!

      Excluir
  7. Maria
    Voltei para lhe dizer que o assunto já é bastante profundo, e você escreve sempre muito bem!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente houve muitos destes casos no passado mas agora continuam e cada dia mais abertamente.
    Umas vezes são os patrões que fazem valer a sua vontade e outras vezes são elas que se oferecem para garantir o emprego e mais um dinheirinho extra.
    Este mundo perdeu os valores...

    ResponderExcluir
  9. NOSSA, COLEGA MARIA... QUE SITUAÇÃO MAIS TERRÍVEL!! DEVE TER SIDO TRAUMÁTICO E VEXATÓRIO DEMAIS.
    GRAÇAS À DEUS QUE VOCÊ SAIU DE LÁ. ADMIRO TUA CORAGEM E DETERMINAÇÃO. EU JÁ TERIA CAÍDO FORA DE PRIMEIRA. SOU MUITO IMPULSIVA EM TERMOS QUE DISCORDO. SOU MINEIRA CRI-CRI DEMAIS. KKK
    E O INDIVÍDUO IRIA SE LASCAR NA JUSTIÇA, AH, ÍA!! KKKKKKKKKKKK
    BOM, MAS JÁ PASSOU, NÉ? QUE BOM!
    TENHA UM LINDO DOMINGO, CONTERRÂNEA! ABRAÇÃO PROCÊ!! :)

    ResponderExcluir
  10. Um experiência marcante e profunda. Que bom que conseguiste reverter a situação e fortalecer-se saindo em busca de um lugar onde pudesse ter sua integridade respeitada. Tenha um dia maravilhoso recheado com as gostosuras da vida... muitos abraços, uma grande dose de carinho e muitos beijinhos para colorir a sua vida e alegrar seu doce coração. Meu beijinho com carinho e muita ternura pra ti
    Gracita

    ResponderExcluir
  11. Não entendo o prazer que esses homens sentem em violentar pessoas assim... contra a vontade delas... fazendo-as passar por mentirosas ainda por cima... é doentio.
    Mas, como tudo na vida passa, isso passou. O que fica disso tudo? Muita coisa... a maioria delas ruim, mas fica de bom talvez o pé atrás com o ser humano que devemos ter e às vezes nos esquecemos.

    ResponderExcluir
  12. Minha querida

    Infelizmente numa certa época, houve muitos desses casos em que as queixas da vítima não eram valorizadas, ainda bem que isso mudou, porque são traumas para toda a vida.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  13. Querida, Amapola!

    Que triste!
    Sei de muitas histórias parecidas com a sua!
    Nós mulheres somos especiais e maravilhosas! Temos a força de passar por coisas humilhantes, superar e nos fortalecer ainda mais. Conseguir falar sobre isso é a prova de que superou.
    Graças a Deus!
    Tenha uma semana maravilhosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga

    Palavras fortes,
    sobre lembranças tristes...



    Desejo que os teus sonhos
    Espalhem o belo pelo mundo...

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oi Amapola!

    Como é pesado carregar lembranças desse tipo!
    Você fez bem em dividir conosco...assim fica mais leve, né?

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  17. Maria
    Tenha uma linda noite, bons sonhos, uma ótima semana!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá querida Amapola, parabéns pela coragem de expor no blog alto tão pessoal, é muito mais comum do que imaginamos esse tipo de situação, e p nós que temos filhas adolescentes é preocupante! Bjooosss

    ResponderExcluir
  19. Infelizmente isso continua existindo no nosso meio, as crinaças e os adolescentes são sempre as vítimas desses corvardes,que só querem fazer o mal, Amapola fique com Deus beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Um coração maravilhoso que nos confia sentimentos, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  21. Noooooooooossa, que horror,Amapola! Imagino o que deves ter passado e o nojo que devias ter! Mais triste ainda que teus lamentos em casa não foram compreendidos. Foste obrigada a voltar para lá! Pena! Isso acredito, nunca mais esquecerás.Um horror!

    Um lindo dia,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  22. Mir gefällt was ich hier sehen und auch lesen kann, komme wieder ganz bestimmt schon morgen dann...

    Lieben Gruß und genieße den Tag
    CL

    Und vielen Dank für Deinen Besuch bei mir und folgen!

    ResponderExcluir
  23. Amapola, quando ninguém acredita em nossas histórias, a gente passa a crer que somos nós o errado. Mas não podemos sucumbir à obediência cega. É muito perversa! Claro que cada tempo tem sua própria regra e já houve um tempo em que a gente não podia rebelar. Muito triste esta tua história. Graças a Deus você a obediência veio, mas a tua dignidade nunca foi maculada. E porque tudo acaba, até o sofrimento chega ao fim. Abraços. Daniel.

    ResponderExcluir
  24. Um relato doloroso amiga,desta coisa que está sempre acontecendo.Muitas vezes a familia não ajuda e a denuncia se cala e a besta prolifera.
    Ainda bem que há um amanhã onde sonhos se renovam e liberdade se adquire.
    Emocionante amiga.
    Uma bela semana pra voce.
    Abraços.
    Bjo de paz e luz e que Deus nos proteja.

    ResponderExcluir
  25. Infelizmente encontramos pessoas assim nesse mundo, e pior, pessoas que não compreendem,,,isso jamais será um mal entendido e sim alguém sem coração, sem respeito ao ser humano, eu sinceramente gostaria de ver justiça rápida em casos assim, violar uma pessoa, privar os seus direitos e abusar de uma pseudo autoridade, pra mim, pena de morte bastaria a um ser bizarro assim, fosse com alguém de minha família, eu jamais iria apenas conversar com essa pessoa,,,até "conversaria" de uma forma a fazer com que ele entenda a palavra respeito,,,,beijos e uma bela tarde pra ti amiga...

    ResponderExcluir
  26. Obrigada por me visitar vim retribuir,
    DEUS é o justo juíz!!!
    Fique na Paz!!!
    Talvez goste também http://poeartes.blogspot.com.br/
    Ione viana

    ResponderExcluir
  27. Um relato muito triste minha amiga, mas o importante é que você tenha superado tudo, mesmo que a lembrança nunca se apague,você deu a volta por cima.Não sei o que dizer, apenas que meu coração sofre neste instante com a sua mágoa.
    Um grande abraço, parabéns pela sua coragem, e superação.Todo o meu respeito a você amiga.
    Deus é maior que do mundo.

    ResponderExcluir
  28. Maria
    Uma ótima noite, e obrigada pelo carinho, me alegra muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Sinto muito por essa atrocidade que você teve que passar, Deus é mais, força nele!

    Beijos

    http://tudosobrefeminices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Um maravilhoso final de semana pra você minha amiga querida,,,paz,,,poesias e muitas flores pra desejar um belo final de semana,,,,,beijos e beijos e obrigado pelo carinho lá no Livro.

    ResponderExcluir
  31. Minha querida Amapola(nome lindo!)

    Como deve ter sido difícil para você este desabafo, amiga! deve ter sido como se o fato tornasse a acontecer. E por quanta humilhação passaste por conta de uma obediência cega! Sei bem que houve uma época em que pais e mães eram donos de nossas vidas e de nossos atos...e como sofríamos ao ter que fazer o oposto ao que desejávamos.

    Foi bom desabafar, minha amiga.Saiu um peso de seu coração, não é mesmo?

    Bjsssss e muito carinho,
    leninha

    ResponderExcluir
  32. Olá Amapola!
    Um relato emocionante, uma realidade muito triste e que sabemos que continua a acontecer em todo o mundo. Admiro a sua coragem em partilhar connosco essa fase horrível da sua vida.Penso que no momento tudo isso é passado e você tem direito a ser feliz.Gostei de encontrar o seu blogue. Um abraço .
    M. Emília

    ResponderExcluir
  33. Que coisa mais triste. E tem muitos, muitos casos iguais a este.
    A partir do momento que atacarmos este assunto de frente, como tu o fazes, nós vamos conseguir a superação.

    ResponderExcluir
  34. Lemos coisas boas e tristes.....

    Boas que seja sempre assim

    Triste, que Deus de sabedoria, para
    levar adiante suas provas

    Desejo a vc um dia feliz, e que tenha
    forças para ajudar quem precisa
    Abraços com carinho
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  35. Helo Maria. First time visiting your blog. Nice content. Keep it up :-)

    ResponderExcluir
  36. Oi amiga, tudo bem? Vim visitar teu blog e aproveito para dizer que voltei a postar em meu blog. Convido-te a fazer uma visitinha, pois estás fazendo muita falta. Aguardo-te. Abraços do amigo Bicho do Mato.

    ResponderExcluir